100%

ERRATA Nº 002 AO EDITAL DE LICITAÇÃO Nº 001/2018

ERRATA Nº 002 AO EDITAL DE LICITAÇÃO Nº 001/2018
 
ESTADO DE SANTA CATARINA
MUNICÍPIO DE PAPANDUVA
CÂMARA MUNICIPAL DE PAPANDUVA
PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL
 
PROCESSO LICITATÓRIO N° 001/2018
PREGÃO PRESENCIAL N° 001/2018
TIPO DE LICITAÇÃO: MENOR PREÇO
TIPO DE COMPARAÇÃO: GLOBAL
 
 
 
1. Retifica-se o Edital do Pregão Presencial nº 001/2018 da Câmara Municipal de Papanduva e altera  data da entrega dos envelopes e a realização do certame, que passa a vigorar com a seguinte redação:
 
1.1 No Anexo XIII – Termo de Referência:
 
a) Onde consta:
“3.3.9 - O prazo para conclusão dos serviços de implantação será de 60 (sessenta) dias, contados da emissão da Ordem de Serviço, prorrogável por mais 30 (sessenta dias) caso haja anuência da contratante”,
  
LEIA-SE:
3.3.9 - O prazo para conclusão dos serviços de implantação será de 120 (cento e vinte) dias, contados da emissão da Ordem de Serviço, prorrogável por mais 60 (sessenta dias) caso haja anuência da contratante”.
 
 
b) Onde consta:
8.1 – Após verificada a documentação de habilitação da empresa considerada com a melhor proposta comercial, esta realizará até o final do mesmo dia a demonstração e comprovação de que os aplicativos ofertados atendem plenamente as funcionalidades previstas no Termo de Referência deste Edital, sendo que, assim que seja finalizado esse procedimento, a fase da habilitação será concluída”
 
LEIA-SE:
“8.1 – Após verificada a habilitação da empresa considerada com a melhor proposta comercial, a sessão pública será suspensa para que à proponente vencedora realize a demonstração e comprovação de que os aplicativos ofertados atendem plenamente as funcionalidades previstas no Termo de Referência deste Edital, onde a mesma terá um prazo de 5 (cinco) dias úteis, a contar da data da suspensão da sessão para apresentação das funcionalidades dos aplicativos a serem contratados, sendo que assim que aconteça esse procedimento, a fase da habilitação será concluída e o processo será encaminhado para homologação e adjudicação do objeto”.
 
 
c) Onde consta:
“9.1 - Caberá a CONTRATADA: a) Quando contratados, conforme valores dispostos no presente contrato, converter dados para uso pelos aplicativos, instalar os aplicativos objeto deste contrato, treinar os servidores indicados na sua utilização, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias, contados da emissão da Ordem de Serviço [...]”.
 
LEIA-SE:
“9.1 - Caberá a CONTRATADA: a) Quando contratados, conforme valores dispostos no presente contrato, converter dados para uso pelos aplicativos, instalar os aplicativos objeto deste contrato, treinar os servidores indicados na sua utilização, no prazo de 120 (cento e vinte) dias, contados da emissão da Ordem de Serviço, prorrogável por mais 60 (sessenta dias) caso haja anuência da contratante”
 
 
1.2  No Anexo XV – Orçamento Estimado dos Itens da Licitação - Modelo de Proposta, onde consta:
3 - Os serviços serão fornecidos em um prazo de 30 (trinta) dias a contar da data da assinatura do contrato, podendo ser prorrogado em conformidade com as especificações do edital”
 
LEIA –SE
“3 - Os serviços serão fornecidos em um prazo de 120 (cento e vinte) dias a contar da data da assinatura do contrato, podendo ser prorrogado por mais 60 (sessenta dias) caso haja anuência da contratante”.
 
 
1.3 Retifica-se a data da entrega dos envelopes e a realização do certame constante no quadro do Item 1.3 do Edital, passando a vigorar com a seguinte alteração:
 
Onde consta:
Horário e data limite para Entrega: até às 08:45 horas do dia 27/04/2018
Horário e data da de início da Sessão Pública: 09:15 horas do dia 27/04/2018”
 
LEIA-SE  
“Horário e data limite para Entrega: até às 08:45 horas do dia 09/05/2018
Horário e data da de início da Sessão Pública: 09:15 horas do dia 09/05/2018”
 
 
 
2. Os demais dispositivos do edital permanecem com a mesma redação.
 
 
Papanduva, 24 de abril de 2018.
 
 
 
Adeniz Humenhuka
Presidente


Mais informações sobre o Processo Licitatório, clique aqui.
Protocolos desta Publicação:Criado em: 24/04/2018 - 19:45:40 por: Joselene de Fátima Ferreira - Alterado em: 24/04/2018 - 19:48:13 por: Joselene de Fátima Ferreira

Notícias

Projeto que proíbe a exploração do xisto no município de Papanduva é aprovado
Projeto que proíbe a exploração do xisto no município de Papanduva é aprovado

A Câmara Municipal de Papanduva aprovou na última sessão o Projeto de Lei nº 0038/2018 que visa proibir a concessão de alvará e/ou licença para o uso do solo e para o tráfego de veículos em vias públicas, a outorga e o uso de águas, a queima de gases na atmosfera, a vedação da concessão de anuência prévia em licenciamentos e outorgas de água com a finalidade de exploração e/ou exploração dos gases e óleos não convencionais (gás de xisto, gás metano carbonífero e outros) por quaisquer métodos de extração e mineração do xisto na esfera da competência municipal, bem como proíbe a instalação, reforma ou operação de atividades, serviços, empreendimentos e obras de produção, comercialização, transporte, armazenamento, utilização, importação, exportação, destinação final ou temporária de resíduos, ou quaisquer outros produtos usados para a extração e mineração do xisto  em todo o território do Município de Papanduva.

Em análise: projeto que proíbe a exploração do xisto no município de Papanduva
Em análise: projeto que proíbe a exploração do xisto no município de Papanduva

A Câmara recebeu no dia 4 de dezembro, o Projeto de Lei nº 0038/2018 que tem como finalidade proibir a concessão de alvará e/ou licença para o uso do solo e para o tráfego de veículos em vias públicas, a outorga e o uso de águas, a queima de gases na atmosfera, a vedação da concessão de anuência prévia em licenciamentos e outorgas de água com a finalidade de exploração e/ou exploração dos gases e óleos não convencionais (gás de xisto, gás metano carbonífero e outros) por quaisquer métodos de extração e mineração do xisto na esfera da competência municipal, bem como proíbe a instalação, reforma ou operação de atividades, serviços, empreendimentos e obras de produção, comercialização, transporte, armazenamento, utilização, importação, exportação, destinação final ou temporária de resíduos, ou quaisquer outros produtos usados para a extração e mineração do xisto em todo o território do Município de Papanduva.

Produtores rurais reúnem-se contra a exploração do xisto no município de Papanduva
Produtores rurais reúnem-se contra a exploração do xisto no município de Papanduva

Produtores rurais e moradores das localidades do município de Papanduva: Palmito, Arroio Fundo, Arroio Grande, Campina Jungles, Rio da Ponte, Queimados reuniram-se na manhã desta segunda-feira (03) na Câmara Municipal de Papanduva para discutir questões eminentes à extração do xisto e as consequências da possibilidade de iniciar a exploração na região.
 

Em análise: projeto propõe que relatório de Emendas parlamentares recebidas pelo município seja publicado
Em análise: projeto propõe que relatório de Emendas parlamentares recebidas pelo município seja publicado

Poder Executivo deverá publicar no site anualmente a aplicação das emendas parlamentares recebidas pelo Município de Papanduva

O Projeto proposto pelo Vereador Gilberto Chupel (Betinho) objetiva que até o dia 31 de março de cada ano, o Poder Executivo publique no Portal Transparência a relação de Emendas Parlamentares conferidas ao Município de Papanduva pela Assembleia Legislativa ou Congresso Nacional no ano anterior, dando publicidade da situação de cada uma delas.

Sidnei toma posse na Câmara
Sidnei toma posse na Câmara

Em razão do licenciamento do Vereador James Michel Cerniak (DEM) para tratar de interesse particular por 31 (trinta e um) dias, tomou posse nessa terça-feira (20), o suplente de vereador Sidnei Ziezkowski (PSDB) que ocupará a cadeira no plenário durante esse período.

Câmara aprova cinco projetos
Câmara aprova cinco projetos

-Altera dispositivos da lei que institui a Cobrança de Contribuição de Melhoria
- Adesão ao Programa BADESC Cidades e tomada de empréstimo junto ao BADESC
- Autorização para contratação de operação de crédito
- Autorização para contratação de operação de crédito
- Associação de Moradores dos Bairros Tolachinski e Hospital é reconhecida como utilidade pública

Câmara recebe quatro projetos para análise
Câmara recebe quatro projetos para análise

Projetos recebidos do Poder Executivo Municipal:
- Altera dispositivos da lei que institui a Cobrança de Contribuição de Melhoria
- Adesão ao Programa BADESC Cidades e tomada de empréstimo junto ao BADESC
- Autorização para contratação de operação de crédito
- Adesão ao Programa “Avançar Cidades” e tomar empréstimo junto À Caixa Econômica Federal

Lions Clube Papanduva recebe moção
Lions Clube Papanduva recebe moção

Na última terça-feira (23), a Câmara de Vereadores de Papanduva como forma de gratidão homenageou com Moção de Parabenização a Lions Clube Papanduva, fundação que tem prestado grande auxílio a comunidade papanduvense, principalmente nas situações de emergência, como ocorreu na noite de 3 de outubro de 2018 em consequência do forte temporal de granizo com rajadas de vento que atingiu o município de Papanduva.